Violência toma conta das ruas do Cairo

Exército pediu calma e acusou oposição de desestabilizar o Egito

BBC Brasil, BBC

19 de dezembro de 2011 | 19h28

A violência voltou a tomar as ruas do Cairo nesta segunda-feira, no quarto dia de intensos protestos no Egito. Pelo menos uma pessoa morreu nos confrontos com o Exército. Já são onze mortos desde a sexta-feira.

O epicentro da revolta é, mais uma vez, a Praça Tahir. Os manifestantes pedem a transferência de poder dos militares para os civis.

O Exército controla o Egito desde a queda do ex-presidente Hosni Mubarak, em fevereiro.

Um porta-voz do Exército pediu calma à população e disse que setores da oposição querem desestabilizar o Egito.

A revolta ocorre em meio às eleições parlamentares, lideradas pelos moderados da Irmandade Muçulmana e pelos ultraconservadores Salafistas. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
alsoegitotahirprotestos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.