Visita de comissária da ONU provoca protesto em Israel

Dezenas de habitantes da cidade de Sderot protestaram contra visita à região da alta comissária de Direitos Humanos da ONU, Louise Arbour, que acusaram de não defender a população civil israelense. Arbour chegou no domingo para uma viagem de seis dias por Israel e pelos territórios palestinos. Ela visitou nesta terça-feira a cidade de Sderot para se reunir com o prefeito, Eli Moyal, e moradores afetados por foguetes Qassam disparados desde Gaza. Fontes locais disseram que após o bombardeio, que causou dois feridos, Arbour foi com o prefeito ao local onde caiu um dos foguetes. Ao chegar, dezenas de moradores sacudiram seu carro e bateram na carroceria. Milícias palestinas dispararam na manhã desta terça quatro foguetes Qassam. Um deles caiu em Sderot, outro numa fábrica junto à fronteira com Gaza, na comarca de Shaar Haneguev, e outros dois em áreas abertas. O segundo foguete feriu dois empregados de uma fábrica de amoníaco, um deles está em estado crítico.

Agencia Estado,

21 Novembro 2006 | 06h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.