Visita de Rice faz Israel suspender operações na Cisjordânia

As autoridades militares de Israel na Cisjordânia ocupada ordenaram a suspensão de operações em centros urbanos palestinos por ocasião da visita da secretária de Estado americana, Condoleezza Rice.A ordem, que tem efeito pelo menos até a próxima quarta-feira, período em que Rice permanecerá no Oriente Médio, foi informada na manhã desta segunda-feira pela rádio pública, pouco antes de sua conferência com o primeiro-ministro israelense, Ehud Olmert.Acredita-se que a ordem foi dada depois que, na última quinta-feira, em uma dessas operações para capturar um miliciano palestino procurado, efetivos do Exército mataram quatro pessoas no centro da cidade de Ramala uma hora antes de uma reunião de Olmert com o presidente egípcio, Hosni Mubarak.No entanto, o Exército prendeu 19 pessoas em diferentes pontos da Cisjordânia, e ontem à noite matou dois palestinos junto à cerca fronteiriça, no norte de Gaza.Fontes militares informaram que os soldados ouviram a detonação de explosivos que os palestinos supostamente carregavam quando foram baleados.Por enquanto, não está claro se o objetivo dos palestinos era atravessar a cerca ou se pretendiam detonar esses explosivos durante a passagem de alguma patrulha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.