AFP PHOTO / Robyn Beck
AFP PHOTO / Robyn Beck

Vítima de ataque em Las Vegas acorda de coma e anda normalmente

Feridas eram tão graves que os médicos tiveram de tirar temporariamente um olho da paciente para desalojar uma bala que se instalara na cabeça

O Estado de S.Paulo

16 Outubro 2017 | 13h22

LAS VEGAS, EUA - Depois de duas semanas lutando pela vida ao ser baleada na cabeça, Tina Frost, de 27 anos, uma das vítimas do ataque a um festival de música country em Las Vegas acordou de um coma induzido.

+ Guarda teria alertado sobre atirador 6 minutos antes do massacre de Las Vegas

As feridas eram tão graves que os médicos tiveram de tirar  temporariamente um olho da paciente para desalojar uma bala que se instalara na cabeça. Ela foi induzida a um coma com respiração mecânica, à espera de o cérebro desinchar e outros órgãos, como rins e fígado, voltarem a funcionar. 

Suas chances, segundo os médicos, eram pequenas. “Não sabíamos qual a extensão dos danso ao cérebro”, disse sua mãe, Mary Moreland. 

Mas Tina, uma ex-jogadora de futebol, surpreendeu a todos. O olho removido cirurgicamente funcionava perfeitamente dois dias depois da primeira cirurgia. Pouco tempo depois, ela passou a respirar normalmente. Os órgãos vitais voltaram a funcionar no dia 7 e quatro dias depois ela já tinha recuperado o movimento das pernas. 

Na sexta-feira, a maior surpresa de todas. Ela acordou e andou pelo quarto.  “Ela está muito ansiosa para voltar a uma vida normal”, disse sua mãe. 

Os médicos agora discutem a possibilidade de transferi-la para um hospital de transição. Para eles, sua recuperação é um milagre. 

O pai de Tina, Rich Frost, diz que os progressos são diários. “Estamos muito confiantes”, disse. / WASHINGTON POST

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.