Vítima de ataque tinha sobrevivido a tiroteio de junho, no Canadá

A última mensagem de Jessica Redfield em sua conta no Twitter foi: 'O filme só começa daqui a 20 minutos'

SAN ANTONIO, EUA, O Estado de S.Paulo

21 de julho de 2012 | 03h01

Entre as vítimas do tiroteio de Denver estava uma jornalista esportiva do Texas que escapou por pouco de um episódio semelhante ocorrido no Canadá, em 2 de junho. A morte de Jessica Redfield, de 24 anos, foi confirmada por sua família ontem. "O filme só começa daqui a 20 minutos", foram as últimas palavras da jornalista no Twitter, postadas pouco antes do massacre no cinema.

No mês anterior, Jessica havia deixado a praça de alimentação do Eaton Centre, em Toronto, menos de cinco minutos antes de um homem abrir fogo no local. "Percebi no sábado o quanto a vida é frágil. Vi o terror nos rostos das pessoas", escreveu ela num texto publicado em seu blog, no endereço jessicaredfield.wordpress.com.

Naquele incidente, duas pessoas morreram e pelo menos sete ficaram feridas. A polícia de Toronto disse que a ação estaria associada a atividades de gangues.

"Vi as vítimas de um crime sem sentido. Testemunhei vidas sendo transformadas. Lembrei que não sabemos quando e onde nosso tempo na Terra chegará ao fim. Quando e onde vamos respirar nosso último fôlego."

Jessica era uma apresentadora iniciante. Em 2010, ela foi estagiária do programa de Mike Taylor, da Sports Radio Ticket 760, de San Antonio, no Texas. "Ela realmente adorava a mídia e queria muito trabalhar no ramo", disse Taylor. "Tinha tudo para ter uma longa carreira."

Jessica trabalhava atualmente para a Liga Nacional de Hóquei, na cobertura do time Colorado Avalanche. / REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.