Vítimas de massacre recebem homenagem

Sul-africanos prestaram homenagens ontem às 44 vítimas de uma recente onda de violência na mina de platina de Marikana, no noroeste do país. Na semana passada, 34 mineiros grevistas foram mortos a tiros pela polícia. Antes, dez pessoas, incluindo dois policiais, morreram em meio à violência entre manifestantes e forças de ordem. Líderes religiosos, políticos e milhares de cidadãos participaram de uma cerimônia realizada perto da mina, que foi fechada. Outros eventos ocorreram nas principais cidades do país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.