Vitória americana no Iraque não é possível, diz Kissinger

O ex-secretário de Estado americanoHenry Kissinger disse neste domingo, 1, que os problemas no Iraquesão mais complexos que a Guerra do Vietnã e que a vitória dosEstados Unidos está longe de ser obtida. "A vitória militar nosentido de total controle sobre todo o território e toda apopulação não é possível," disse Kissinger à Associated Press,em Tóquio, onde recebeu um diploma honorário da UniversidadeWaseda.Segundo o ex-secretário, a falta de identidade da insurgênciairaquiana, o fato de ela estar espalhada por todo o país e adivisão religiosa entre sunitas e xiitas dificultam asnegociações de paz. "Esse é o principal problema. A Guerra doVietnã envolveu Estados. Você conseguia negociar com aslideranças que controlavam uma área definida."O ex-secretário de Estado disse ainda que simpatiza com osproblemas enfrentados pelo presidente George W. Bush. "Euentendo o presidente Bush. Em parte eu simpatizo com ele porquejá vi situações parecidas", disse Kissinger, um arquiteto daGuerra do Vietnã, que também aconselhou Bush no Iraque. Segundoele, a repentina saída das tropas americanas daquele país ou aperda da influência sobre a população iraquiana poderão provocarum caos na região.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.