Vitória de Humala 'pinta América de vermelho', diz Evo

O presidente da Bolívia, Evo Morales, disse hoje que, com a vitória de Ollanta Humala no Peru, "a América do Sul se pinta de vermelho". "A América do Sul está de vermelho, uma felicidade, significa que não estamos equivocados em trabalhar pela igualdade", afirmou. "Aqui acabou o tempo das oligarquias", disse o presidente em entrevista à imprensa. "A vitória de Ollanta é o triunfo do povo, dos mais abandonados."

AE, Agência Estado

08 de junho de 2011 | 14h59

Morales notou que Humala enfrentou as mesmas acusações que ele no passado. "Me disseram que eu era o Bin Laden andino e os cocaleiros, os taleban. Agora disse o Departamento de Estado (dos Estados Unidos) que Ollanta recebe dinheiro da Venezuela", comparou o presidente boliviano. "O irmão Ollanta viveu o que eu vivi, uma arremetida internacional, mas o povo sabe quem vai eleger", afirmou. Morales felicitou Humala publicamente na noite de domingo, antes mesmo de se divulgarem os resultados oficiais do segundo turno eleitoral. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.