Vitória de líder na Turquia pode reabrir discussão sobre bases

O carismático líder turco Recep Tayyip Erdogan conquistou hoje uma crucial vitória nas eleições em uma província da Turquia, abrindo caminho para que ele se torne primeiro-ministro e reabra a discussão sobre o uso de bases turcas por tropas americanas. O partido islâmico moderado de Erdogan, o Justiça e Desenvolvimento (AK), recebeu 84,7% dos votos nas eleições suplementares na província de Siirt, contra 13,8% do opositor, enquanto os outros dois partidos, trabalhista e comunista, tiveram menos de 1%. Tal vitória dá a Erdogan uma cadeira de deputado - o que lhe assegura o direito de se eleger primeiro-ministro. O líder do AK não pôde participar das eleições de novembro por existir contra ele uma condenação por "instigar o ódio religioso". Erdogan é a favor de dar permissão para que as tropas dos EUA entrem no país e, segundo os analistas, uma de suas primeiras medidas poderá ser a de demitir os ministros do gabinete opostos a essa medida. O atual premier Abdullah Gul deverá renunciar ao cargo na quarta-feira, garantindo a Erdogan a oportunidade chegar ao governo.As eleições em Siirt, uma província do sul do país com maioria curda, haviam sido anuladas em 3 de novembro passado pela Comissão Eleitoral, diante de uma série de irregularidades cometidas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.