Vitória de Obama não melhoraria relações, diz Chávez

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, afirmou ontem que é pouco provável que as relações entre Venezuela e Washington melhorem se o candidato presidencial democrata Barack Obama vencer as eleições em novembro. Na quarta-feira, Chávez falou que tanto Obama quanto seu rival, o republicano John McCain, representam "o império" norte-americano, por isso ninguém deve esperar melhorias nas relações bilaterais.O presidente venezuelano disse ainda que Obama em recente declaração afirmou que ia "revisar a política dos Estados Unidos para a América Latina, mas aplicando a política da cenoura e do porrete". Chávez descartou de saída que esse enfoque tenha algum efeito positivo.Dirigindo-se a Obama, Chávez exclamou: "Cavalheiro, vá estudando o que ocorre na América Latina porque, se não entendeu, o que há nessa terra é uma revolução em andamento". Acrescentou ainda que a Venezuela não se curvará a nada. O atual governo venezuelano manteve durante seus nove anos de mandato atritos com os Estados Unidos. Chávez acusa Washington de favorecer conspirações na Venezuela. O Departamento de Estado nega as acusações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.