Niranjan Shrestha/AP
Niranjan Shrestha/AP

Vizinho à Índia, Nepal vê casos de covid aumentarem 57 vezes e catástrofe humana é iminente

Variante indiana se espalha por países vizinhos e explosão de casos de coronavírus preocupa o sul da Ásia

Redação, O Estado de S.Paulo

06 de maio de 2021 | 18h32

KATMANDU - O Nepal luta nos últimos dias contra uma explosão de casos de covid-19, em meio a temores de que a variante indiana do novo coronavírus tem se espalhado pelo Himalaia. O número de infecções diárias registradas em maio é, em média, 57 vezes maior do que o registrado em abril, segundo autoridades sanitárias nepalesas. Vítimas da doença estão sendo cremadas e o governo pediu ajuda internacional depois de o número de infecções bater um recorde: 9.070 casos.

Com o sistema de saúde perto do colapso e a campanha de vacinação ainda muito incipiente, um dos índices epidemiológicos que mais preocupa no país é o porcentual de testes positivos, atualmente na casa dos 47%. Isso indica que a cada duas pessoas que vazem teste contra a covid, uma está doente. 

O ministério da Saúde do Nepal admite que a situação está fora de controle. “Com o aumento de casos superando o nosso limite de atendimento, não teremos leitos para todos”, disse a pasta em nota.

A Cruz Vermelha alerta que uma reação urgente é necessária. “Precisamos fazer algo agora para conter essa catástrofe. Esse vírus não conhece fronteiras e diversas variantes se espalham por toda a Ásia”, alertou o diretor da Cruz Vermelha para Ásia e o Pacífico Alexander Matheou.

A situação é especialmente crítica em Katmandu, capital do país, e destino de turistas e adeptados do montanhismo na cordilheira mais alta do mundo. Especialistas indicam que, assim como na Índia, a celebração de cerimônias religiosas que provocam aglomerações podem ter contribuído para o contágio. Outro fator é o retorno de diversos imigrantes nepaleses da Índia, que fugiram temendo o agravamento da pandemia no vizinho, pode ter ajudado a disseminar o vírus. 

A diretora da Cruz Vermelha Nepalesa, Netra Prasad Timsina, alerta que num futuro próximo, o Nepal pode viver um colapso similar ao da Índia. “Muitas pessoas estão evitando sair de casa, mas as filas em hospitais e farmácias são muito grandes”, disse.

Em outros países vizinhos à Índia, como Bangladesh e o Paquistão, a internação de pacientes com covid-19 também tem aumentado, o que elevou a preocupação com o espalhamento desenfreado do vírus no sul da Ásia. /REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.