Vladimir Putin e esposa se divorciam

O presidente russo, Vladimir Putin, e sua esposa, Lyudmila, anunciaram nesta quinta-feira que estão se divorciando depois de quase 30 anos de casamento. O casal tem duas filhas, Maria e Yekaterina, e, segundo Putin, a decisão foi tomada de maneira conjunta.

AE, Agência Estado

06 Junho 2013 | 17h49

O casal se uniu em 28 de julho de 1983 e pertence à igreja cristã ortodoxa russa. A igreja ortodoxa permite o divórcio em algumas ocasiões, mas não há confirmação de que Putin procurou sua pastoral para aconselhamento matrimonial ou para obter autorização para realizar o divórcio. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
RússiaPutindivórcio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.