''''Vladivídeos'''' causaram queda do líder peruano

Braço direito de Alberto Fujimori, o ex-chefe de inteligência Vladimiro Montesinos foi o pivô de sua queda. Ele é acusado de montar um esquema sem precedentes de subornos e de chantagear políticos, juízes, jornalistas e empresários. Sua derrocada foi a divulgação de um vídeo que ele havia gravado, em setembro de 2000. Na fita, Montesinos suborna um deputado da oposição. Foi o primeiro "vladivídeo", que desatou o escândalo que levou Fujimori a fugir do país, dois meses depois. Em junho de 2001, Montesinos foi preso na Venezuela e deportado. Hoje, cumpre pena de 15 anos em Lima e responde a dez processos por corrupção e crimes contra a humanidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.