Voluntária morre durante visita do papa às Filipinas

Uma tragédia marcou a breve passagem do papa Francisco pela cidade de Tacloban, nas Filipinas, neste sábado. Uma voluntária católica de 27 anos morreu ao ser atingida na cabeça por parte da estrutura de um andaime. O papa teve de abreviar sua visita à região central do país por conta da aproximação de uma tempestade. Mesmo assim, quase 150 mil pessoas compareceram à missa campal realizada ao lado do aeroporto. A região sofreu com o tufão Haiyan, em 2013, que deixou mais de 7,3 mil mortos.

AE, Estadão Conteúdo

17 de janeiro de 2015 | 14h21

Segundo o porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, o papa questionou como poderia mostrar "seu sofrimento e solidariedade" à família da voluntária morta, mas, de acordo com relatos da polícia, ela não tinha parentes próximos.

Apesar de a visita ter sido abreviada, o papa fez questão de fazer um rápida parada para participar da inauguração de um abrigo para órfãos e idosos, construído por um amigo seu, o padre sul-coreano John Oh Woong-Jin. Em uma tradicional saudação sul-coreana de amizade, o padre fez um gesto de "coração" com as mãos acima da cabeça e disse "Saranghamnida" ("Nós te amamos", em coreano). O pontífice retribuiu a gentileza repetindo o cumprimento. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Filipinaspapaacidente

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.