Voluntários ajudam vítimas de tornados nos EUA

Grupos religiosos, estudantes e outros voluntários trabalhavam sem parar neste sábado para tirar os entulhos e levar alimentos, água e outros produtos básicos para as comunidades do sul dos Estados Unidos que foram devastadas pelo segundo dia com mais mortes provocadas por tornados na história dos Estados Unidos.

Agência Estado

30 de abril de 2011 | 18h46

Por todo o Sul, o número de mortos pelos tornados da última quarta-feira vem crescendo. Pelo menos 341 pessoas foram mortas em sete estados, incluindo 249 em Alabama, 35 no Mississippi, 34 no Tennessee, 15 na Georgia, 5 em Virginia, 2 na Louisiana e uma em Kentucky. É o maior número de mortos já registrado desde 18 de março de 1925, quando 747 pessoas foram mortas em tempestades que se espalharam pelo Missouri, Illinois e Indiana.

Milhares de pessoas ficaram feridas e centenas de casas, lojas e escritórios viraram escombros. Funcionários da Agência Federal de Administração de Emergência ajudavam pessoas a se informar sobre abrigos. A Guarda Nacional segue procurando por sobreviventes. As igrejas se transformaram em pequenas comunidades de desabrigados. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
tornadosEUAvítimasvoluntários

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.