Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
AP Photo/Mehrab Ibrahimi
AP Photo/Mehrab Ibrahimi

Voluntários de ONG britânica morrem em ataque a tiros no Afeganistão

Organização The Halo Trust, que remove minas terrestres no país, teve seu acampamento invadido; governo afegão atribui o ataque ao Taleban

Redação, O Estado de S.Paulo

09 de junho de 2021 | 05h13

CABUL — Pelo menos dez voluntários da ONG britânica The Halo Trust morreram em um ataque a seu acampamento no norte do Afeganistão, e outros 16 ficaram feridos. A organização é especializada em remover minas terrestres em regiões de conflito. O governo afegão atribui a ofensiva ao movimento fundamentalista islâmico Taleban.

O ataque ocorreu na noite de terça-feira no distrito de Baghlan-e-Markazi, na província de Baghlan, informou o porta-voz do Ministério do Interior, Tariq Arian. Ele acrescentou que o Taleban “sempre afirma proteger civis e funcionários de ONGs”, mas que na noite passada eles cometeram um crime e mataram desminadores a tiros. “No passado, eles atacaram instituições públicas de caridade, centros acadêmicos e lugares sagrados de culto. O Taleban continua seus crimes contra os direitos e os valores humanos”, disse.

A ONG, por outro lado, disse em comunicado ter sido atacada por um “grupo armado desconhecido”. “A Halo Trust confirma que às 21h50 de 8 de junho (por volta das 14h em Brasília), 10 funcionários foram mortos e 16 ficaram feridos por um grupo armado desconhecido, em um campo de remoção de minas na província de Baghlan", relatou.

O grupo entrou no acampamento e abriu fogo. Cerca de 110 homens, de comunidades locais no norte do Afeganistão, estavam no local após terem concluído seu trabalho em campos minados próximos”, acrescentou.

Taleban nega as acusações

O principal porta-voz do grupo fundamentalista, Zabihullah Mujahid, rejeitou as acusações feitas pelo governo afegão. "O ataque contra desminadores em Baghlan-e-Markazi, a morte de dez pessoas e os ferimentos múltiplos não têm nada a ver com nossos combatentes", disse ele. Mujahid condenou o evento e reiterou que o Taleban mantém “relações normais com as ONGs”.

O Afeganistão continua a ter grandes áreas de minas terrestres não detonadas e dezenas de organizações trabalham para removê-las, sendo a The Halo Trust uma das principais. A agência humanitária tem mais de 2.600 funcionários locais dedicados à desminagem, de acordo com seu site. Alguns desses explosivos foram plantados durante décadas de conflito no país asiático. As minas, assim como as bombas de beira de estrada, são conhecidas como uma das táticas mais utilizadas pelo Taleban contra as forças de segurança afegãs./EFE

Tudo o que sabemos sobre:
TalebanAfeganistão [Ásia]terrorismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.