Voluntários indonésios pró-Taleban são detidos

Forças da Aliança do Norte prenderam 50 voluntários indonésios que foram ao Afeganistão lutar ao lado dos milicianos talebans, anunciou hoje, em Jacarta, o líder de um grupo fundamentalista islâmico. Ikbal Siregar, líder do Movimento da Juventude Islâmica, disse na capital indonésia que os presos faziam parte de um grupo de 300 muçulmanos de seu país que viajaram ao Afeganistão para reforçar a defesa dos talebans contra os ataques dos EUA e de seus aliados.Siregar disse ter sido informado de que cerca de 50 combatentes indonésios haviam sido detidos depois que os talebans abandonaram Cabul. Presume-se que os demais indonésios tenham fugido para o Paquistão ou se encontrem na fronteira entre os dois países. Milhares de voluntários estrangeiros se encontram atualmente no Afeganistão lutando nas fileiras do Taleban.Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.