Jim Young/Reuters
Jim Young/Reuters

Voo de Roma para Chicago é desviado por motivos de segurança

Segurança do Aeroporto Internacional de Belfast, na Irlanda do Norte, para onde o avião foi desviado, não informou o que o suspeito teria feito para perturbar o voo

AE, Estadão Conteúdo

21 de junho de 2015 | 17h37

Autoridades prenderam um homem de 42 anos acusado de colocar em risco a segurança de um voo da United Airlines que ia de Roma para Chicago. A aeronave acabou sendo forçada a desviar para a Irlanda do Norte. A segurança do Aeroporto Internacional de Belfast informou que o suspeito tem dupla cidadania, italiana e americana, mas não disse o que ele teria feito para perturbar o voo nem deu nenhum outro detalhe pessoal.

O voo UA971 pousou na noite de sábado para que o passageiro problemático pudesse desembarcar. Entretanto, como a tripulação já tinha excedido o tempo máximo de voo, os 269 passageiros foram obrigados a desembarcar e esperar até a manhã deste domingo para continuar o voo. Segundo as autoridades locais, o suspeito deve aparecer perante um tribunal nesta segunda-feira. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
vooIrlandadesvio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.