Voo de São Paulo a NY se estende por 2 dias

De São Paulo a Nova York, em 48 horas. Foi o quanto durou a viagem dos passageiros do voo da TAM 8080 que embarcaram às 22h30 do dia 26 e chegaram ao destino final apenas às 18h30 (21h30 de Brasília) de ontem. Os passageiros ainda tiveram de esperar mais duas horas no avião antes de desembarcar.

Gustavo Chacra, O Estado de S.Paulo

29 de dezembro de 2010 | 00h00

"A partir do momento em que nos tirou do Brasil, a TAM passou a ter culpa. Eles inventaram de vir, agora aguentem", disse um passageiro. "Não quero comer, quero ir para Nova York", disse outro em resposta ao anúncio de que a companhia daria um vaucher de US$13 para alimentação.

A advogada Vera Maria Lacerda, que viajava com a filha, estava revoltada. "Perdi dois dias de hotel em Nova York. A TAM deveria me reembolsar. Ou pelo menos trocar a minha passagem para daqui dois dias", disse ao Estado.

Ainda no aeroporto de Cumbica, os passageiros começaram a estranhar que os voos de outras companhias, como a Delta e a American, haviam sido cancelados. Na porta do avião, o comandante Lorenzoni garantiu que a nave pousaria em Nova York. Mas na manhã seguinte ele anunciou que seria preciso pousar em Miami porque não havia condições climáticas para chegar ao destino final. Os passageiros desembarcaram e depois de duas horas foram divididos em grupos e distribuídos por hotéis em Miami.

A TAM informou que o voo sairia às 3 horas de ontem (6 horas de Brasília), mas decidiu adiar para as 10 horas. Quando todos estavam no avião, o comandante anunciou que havia apenas uma pista em operação em Nova York e os passageiros precisaram esperar mais pelo menos mais quatro horas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.