Voo desviado nos EUA não tinha bomba, diz segurança

Um judeu ortodoxo com uma tefelin, caixinha que contém versos da Bíblia e que é amarrada ao redor da cabeça como parte dos rituais, causou pânico dentro de um avião americano, disse uma fonte da segurança à AFP. O jato da Chautauqua Airlines, que viajava de Nova York para Louisville (Kentucky), foi desviado para o Aeroporto Internacional da Filadélfia, após o que as autoridades descreveram como "um incidente de segurança".

ANDRÉ LACHINI, Agencia Estado

21 de janeiro de 2010 | 16h29

O passageiro foi interrogado por oficiais da polícia e a aeronave passou por uma vistoria, sem que tenha sido encontrado qualquer artefato ameaçador, disse Greg Soule, porta-voz da Administração de Segurança nos Transportes. Segundo um porta-voz do FBI, a polícia federal americana, ele está sob custódia.

"O que nós estamos percebendo é que houve uma barreira de linguagem. Eu acho que a tripulação considerou suas ações e seu item religioso como suspeitos e desviou o avião", disse a fonte da segurança. Ele estava "rezando alto e usando esse instrumento", disse a fonte, que falou sob anonimato. Inicialmente, foi informado que o avião envolvido era da US Airways. A Chautauqua Airlines opera em parceria com a US Airways.

Os serviços de segurança e dos aeroportos americanos estão em alto alerta desde a tentativa fracassada de um nigeriano derrubar um avião comercial em 25 de dezembro, usando um explosivo, num voo de Amsterdã a Detroit. O explosivo não funcionou e o homem foi dominado pela tripulação e os outros passageiros. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAaviãobomba

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.