Vôo retorna a Sydney após descoberta de bilhete com ameaça

Um vôo da United Airlines que seguia da Austrália para Los Angeles retornou ao Aeroporto Internacional de Sydney, após os tripulantes terem encontrado um bilhete com uma ameaça de bomba, de acordo com informações do ministro australiano dos Transportes, John Anderson. O comunicado da United, por sua vez, afirmou que o vôo 840, com 246 passageiros, voltou ao aeroporto quando "um objeto suspeito foi encontrado, levantando incertezas sobre a segurança da viagem".O incidente ocorre após o Grupo Islâmico Tawhid, uma unidade afiliada da rede terrorista Al-Qaeda na Europa, ter alertado que transformaria a Austrália em uma piscina de sangue, caso o governo não retirasse as tropas do Iraque. A Austrália tem 900 militares atuando no Iraque.Em entrevista à rádio Austrália Broadcasting, Anderson disse que o "objeto" encontrado foi um bilhete com uma ameaça de bomba e que uma investigação estava sendo realizada. Segundo Anderson, o bilhete trazia palavras que sinalizavam que haveria uma bomba a bordo. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.