John Minchillo/Reuters
John Minchillo/Reuters

Votação nos EUA impõe novos desafios a regiões afetadas por Sandy

Moradores de Nova York e Nova Jersey sofrem com transportes prejudicados para ir votar

Reuters

06 de novembro de 2012 | 08h37

BARBARA - Milhares de eleitores das regiões de Nova York e Nova Jersey atingidas pela tempestade Sandy, que já enfrentam um enorme esforço para limpeza dos destroços e complicações no transporte público, devem ter dificuldades também para votar nesta terça-feira na eleição para presidente.

 

Autoridades eleitorais enfrentam desafios sem precedentes por toda a região Nordeste dos EUA, onde as seções eleitorais estão entre os milhares de prédios que foram danificados pela super tempestade Sandy na semana passada.

 

Nova York e Nova Jersey tomaram medidas para facilitar o voto de seus moradores, que já estão lidando com os danos devastadores causados pelas inundações, falta de energia e falta de combustível generalizada.

 

O governador de Nova York, Andrew Cuomo, disse que os nova-iorquinos poderiam votar em qualquer seção eleitoral apresentando uma declaração juramentada. Em Nova Jersey, os afetados por Sandy serão considerados como eleitores internacionais, permitindo que registrem seus votos por fax ou email.

"Nós queremos que todos votem. Só porque você está desabrigado não significa que você deva ser privado do seu direito de voto", disse Cuomo.

A tempestade Sandy chegou ao continente através da costa de Nova Jersey no dia 29 de outubro com ventos de um furacão, depois de matar 69 pessoas no Caribe. Sandy matou pelo menos 113 pessoas nos EUA e derrubou a energia elétrica de milhões de residências e empresas, inundando cidades litorâneas, as ruas da cidade de Nova York e os túneis do metrô da cidade.

Apesar de o presidente Barack Obama ser o franco favorito para vencer nos Estados de Nova York, Nova Jersey e Connecticut, os mais afetados por Sandy, a tempestade pode expor fissuras no sistema de Colégio Eleitoral que decide a Presidência.

Uma possibilidade é que o baixo comparecimento dos eleitores nos Estados devastados pela tempestade permitam que o rival republicano Mitt Romney ganhe no voto popular nacionalmente mas seja derrotado por Obama na disputa por Estados.

Romney e Obama estão tecnicamente empatados nas pesquisas nacionais para a eleição desta terça-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.