Srdjan Zivulovic/Reuters
Srdjan Zivulovic/Reuters

Voto de confiança do Parlamento derruba governo da Eslovênia

Crise política pode afetar recuperação econômica de outros países da zona do euro

Agência Estado

20 Setembro 2011 | 16h31

LIUBLIANA - O governo de esquerda da Eslovênia foi derrubado após falham em receber um voto de confiança no Parlamento nesta terça-feira, 20. O fato indica uma constante entre os países pequenos da zona do euro, que ficam mais instáveis politicamente e se tornam mais um fator que complica a crise da dívida na Europa.

 

O governo do primeiro-ministro Borut Pahor foi derrubado por 51 votos contra e 36 votos favoráveis à moção, no parlamento de 90 cadeiras. Os outros parlamentares se abstiveram.

 

A Eslovênia enfrentou meses de impasse político, após a renúncia de ministros do gabinete de governo. A oposição acusa o governo de má administração financeira e de corrupção.

 

O impasse político poderá colocar em risco a contribuição da Eslovênia ao fundo de resgate europeu para os países afligidos pela crise da dívida, como a Grécia. A Eslovênia já cobrou o dinheiro que emprestou à Grécia, e ao lado de outros países pequenos da zona do euro, como a Eslováquia, mostra pouca simpatia por países sem disciplina fiscal. A Eslovênia é um dos 17 países que dividem o euro como moeda. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.