Vulcão cancela 1º voo de Bagdá a Londres em 20 anos

A grande nuvem de cinzas expelida por um vulcão na Islândia adiou hoje o primeiro voo comercial entre Bagdá e Londres em 20 anos, disseram funcionários iraquianos à agência de notícias France Presse. O voo da Iraqi Airways para a capital britânica via Malmo, na Suécia, seria o primeiro desde as sanções impostas pela Organização das Nações Unidas (ONU) após a invasão do Kuwait por Saddam Hussein em 1990.

AE-AP, Agência Estado

16 de abril de 2010 | 16h33

"A cerimônia planejada para esta sexta-feira teve de ser postergada por causa do vulcão da Islândia", disse o porta-voz do Ministério dos Transportes iraquiano. "Vamos realizá-la quando as condições melhorarem, provavelmente no sábado ou domingo."

O ministro dos Transportes iraquiano Amer Abduljabbar Ismail estava dentre os passageiros que tomariam o avião para Londres. "Passageiros estrangeiros e iraquianos e o próprio ministro estavam confirmados para o voo", disse o porta-voz.

O vulcão do glaciar islandês de Eyjafjallajokull entrou em erupção na quarta-feira e desde então tem expelido cinzas que forçaram as autoridades de tráfego aéreo a cancelar milhares de voos por toda a Europa. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.