Vulcão entra em erupção no Japão e deixa cidade em alerta

O vulcão Sakurajima, um dos mais ativos do arquipélago japonês, entrou em erupção nesta quarta-feira e colocou a cidade de Kagoshima em estado de alerta, informou a Agência Meteorológica do Japão.O vulcão de 1.117 metros de altura começou a expelir cinzas e uma coluna de fumaça que atingiu cerca de mil metros de altitude. Não há informações iniciais sobre danos ou vítimas. O vulcão Sakurajima entrou em erupção por volta das 17h30 locais. O fenômeno foi qualificado como "moderado" pela Agência Meteorológica, que analisou os sons e a potência dos tremores causados pela erupção. Apesar da erupção, não houve mudança significativa na atividade do vulcão, segundo um boletim de acompanhamento do fenômeno. "Nós não acreditamos que uma erupção de grandes proporções seja iminente", disse Akira Otani, um funcionário da agência. A cidade de Kagoshima, no sudoeste do Japão, tem cerca de 600 mil habitantes já acostumados com as várias explosões que acontecem no vulcão a cada ano. As simulações de evacuação são feitas periodicamente.A última grande erupção do Sakurajima ocorreu em 2000, quando o vulcão expeliu uma coluna de fumaça de 5.000 metros de altura e encobriu de cinzas a cidade de Kagoshima. Não houve vítimas na ocasião. Anel de Fogo Com 108 vulcões ativos, o Japão é um dos países de mais atividade sísmica no mundo. O arquipélago situa-se no chamado "Anel de Fogo", uma linha de formações vulcânicas formada sobre falhas geológicas no Oceano Pacífico.Em 2000, a erupção do vulcão na ilha de Miyake, cerca de 180 quilômetros de Tóquio, forçou todos os 4 mil habitantes a deixar o local. Cerca de metade deles retornaram um ano depois que a ordem de evacuação foi suspensa. O vulcão mais famoso do país, o monte Fuji, possui 3,776 metros, e segundo especialistas possui um risco moderado de erupção. Sua ultima erupção foi em 1707.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.