Vulcão na Indonésia expele cinzas e fumaça

Um vulcão localizado na região central da Indonésia teve sua mais poderosa erupção no domingo, expelindo cinzas e fumaça a uma altura de milhares de metros. Isso fez com que moradores de vilas locais corressem de volta a abrigos de emergências, mas não há notícias imediatas de mortos.

AE, Agência Estado

17 de julho de 2011 | 10h18

O monte Lokon, localizado na ilha de Sulawesi, esteve dormente por anos, mas voltou à vida na semana passada. Uma série de explosões na quinta e na sexta-feira deixaram uma pessoa morta - uma mulher que sofreu ataque cardíaco ao fugir.

Mas Surono, um especialista do governo que usa apenas um nome, disse que a erupção de domingo liberou o maior volume de energia até agora, expelindo fuligem e outros materiais a uma altura de 3.500 metros. "Esperamos que isso tenha ajudado a aliviar a pressão que se acumulava e que agora começaremos a ver uma redução da atividade", disse ele. "Mas ainda é muito cedo para saber."

Mais de 33 mil pessoas vivem perto do monte Lokon, aproveitando o solo fértil para produzir cravo e café. O Lokon é um dos cerca de 129 vulcões ativos na Indonésia. Sua última grande erupção em 1991 matou um suíço que realizava caminhadas pelo local e forçou milhares a deixarem suas casas. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Indonésiavulcão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.