Vulcão pode impedir voos na Alemanha e Reino Unido

As cinzas de um vulcão na Islândia podem interromper o tráfego aéreo no Reino Unido e na Alemanha nos próximos dias, informaram autoridades hoje. O Departamento de Transportes Britânico disse que há o risco de que partes do espaço aéreo do país possam ser fechadas a partir de amanhã, e que o problema pode continuar até terça-feira. As previsões são baseadas na contínua erupção do vulcão islandês Eyjafjallajokul, nas correntes de vento e nas condições climáticas.

AE-AP, Agência Estado

15 Maio 2010 | 11h47

O porta-voz do controle de tráfego aéreo da Alemanha, Axel Raab, afirmou que as viagens aéreas no país podem ser interrompidas a partir de segunda-feira. Ele alertou, no entanto, que os indicadores ainda eram "muito, muito vagos". A Alemanha vai mandar um voo de teste amanhã para medir as concentrações de cinzas, informou o porta-voz do Centro Aeroespacial Alemão, Andreas Schuetz. Quaisquer decisões sobre o fechamento do espaço aéreo só serão tomadas depois desse voo e das previsões climáticas observadas amanhã, afirmou Raab.

A porta-voz da Lufthansa, maior companhia aérea da Alemanha, Stefanie Stotz, aprovou o voo de teste e destacou que a situação não parece tão dramática até o momento. O Met Office, centro de previsões climáticas da Grã-Bretanha, disse hoje que a direção do vento deve mudar, o que diminuiria os riscos de interrupções no tráfego aéreo. O secretário de Transportes, Philip Hammond, informou que as previsões para os próximos cinco dias estão sendo publicadas agora para dar às companhias aéreas e aos viajantes "a melhor informação possível". Mas ele ressaltou que a situação "permanece flexível e que essas previsões sempre podem mudar".

Mais conteúdo sobre:
Islândia vulcão voos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.