Vulcão provoca cancelamento de voos na África

A erupção do vulcão Nabro, localizado na Eritreia, continuou hoje, embora sua intensidade tenha sido reduzida. O porta-voz da empresa aérea Ethiopian Airlines disse que a nuvem de cinzas do vulcão do leste da África forçou o cancelamento de voos e que as cinzas chegaram ao Egito e ao Sudão. Segundo Getachew Tesfa, voos para a capital do Sudão, Cartum, para o Djibuti e para o norte da Etiópia foram cancelados hoje, mas que outros voos foram realizados.

AE, Agência Estado

14 de junho de 2011 | 20h29

O Centro Consultivo sobre Cinzas Vulcânicas, que assessora a indústria da aviação sobre a questão, disse que o vulcão na Eritreia começou a expelir cinzas na manhã de ontem. A Eritreia faz fronteira com o Sudão, a Etiópia e o Djibuti e tem uma população de cerca de 5 milhões de pessoas.

Atalay Ayele, do Centro de Observações Geofísicas da Universidade de Adis-Abeba, disse que o tamanho da nuvem de cinzas estava diminuindo e que sua direção estava mudando de nordeste para sudeste. Ele afirmou que a nuvem já atingiu o Egito e o Sudão. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
vulcãoEritreiacancelamentovoos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.