Washington e Pyongyang preparam declaração de arsenal nuclear

EUA reiteram desde dezembro que a primeira declaração apresentada pela Coréia do Norte está incompleta

Efe,

28 de maio de 2008 | 04h22

Os principais representantes dos Estados Unidos e da Coréia do Norte nas negociações para desativar o programa nuclear norte-coreano discutem em Pequim a preparação de uma declaração deste arsenal atômico, informou nesta quarta-feira, 28, a agência de notícias Xinhua. "Temos de elaborar o calendário para a declaração. Trabalhamos duro e tratamos de completar a segunda fase", assinalou o americano Christopher Hill após a reunião com seu colega norte-coreano, Kim Kye-gwan, que continuará nesta quarta. A segunda fase do acordo entre as duas Coréias, EUA, Rússia, Japão e China, de outubro de 2007, especifica que Pyongyang tem de desmantelar suas instalações nucleares e apresentar uma declaração completa das mesmas em troca de concessões energéticas e políticas. Washington reitera desde dezembro que a primeira declaração apresentada por Pyongyang está incompleta, por incluir apenas seus programas de plutônio, de domínio público, e não o de enriquecimento de urânio, que segundo os EUA estava sendo desenvolvido secretamente, apesar de não haver provas concretas sobre isso. "Tivemos uma grande reunião", assinalou Hill após seu encontro com Kim. No entanto, o negociador americano acrescentou que "essa declaração era necessária desde o final de dezembro, porque seu conteúdo deve ser verificado de forma independente".

Tudo o que sabemos sobre:
Coréia do Nortedesnuclearização

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.