Washington e Tóquio levam crise da bomba norte-coreana à ONU

Estados Unidos e Japão decidiram apresentar ao Conselho de Segurança da ONU a crise provocada pelo teste nuclear norte-coreano, em uma tentativa de fazer com que esse organismo adote uma resolução que imponha medidas severas ao regime comunista."Decidimos seguir com atenção a situação e trabalhar juntos para levar este assunto perante as Nações Unidas", disse em Tóquio o embaixador dos Estados Unidos no Japão, Thomas Schieffer.O teste aconteceu enquanto se multiplicam os esforços diplomáticos para reativar as conversações de seis lados sobre o programa nuclear norte-coreano. A Coréia do Norte abandonou as negociações com EUA, Rússia, China, Japão e Coréia do Sul em novembro de 2005. A comunidade internacional pressiona o governo de Pyongyang para que desista de suas ambições nucleares.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.