"Washington não tem provas", diz Bin Laden

Osama bin Laden considera que os Estados Unidos não têm nenhuma prova de sua responsabilidade nos atentados terroristas de 11 de setembro em Nova York e Washington, publicou hoje o jornal internacional árabe Asharq al-Awsat. Em 11 de novembro, o jornal britânico Sunday Telegraph publicou uma matéria afirmando ter visto um vídeo nunca divulgado no qual Bin Laden admitia ter sido o mandante dos ataques contra as torres gêmeas do World Trade Center e o Pentágono. Em um artigo de primeira página, Asharq al-Awsat cita hoje fontes anônimas que afirmam que, neste vídeo, Bin Laden disse outras coisas, nunca referidas pelo diário britânico. "As afirmações americanas segundo as quais somos terroristas são inexatas", disse o chefe da Al-Qaeda, acrescentando que "nunca escutei, desde que Deus criou a humanidade, que um tribunal processasse alguém com base em provas secretas". Segundo as fontes, Bin Laden afirma no vídeo que "se os Estados Unidos têm provas fortes e claras, é lógico supor que as entregassem à Justiça, mas nunca o fizeram". Segundo Bin Laden, Washington tem apenas "indícios, que não podem de nenhuma forma ser decisivos". Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.