Washington negociará em maio base do radar antimísseis

Representantes dos governos checo e americano se reunirão em 10 e 11 de maio em Praga para discutir o local onde será instalado o radar da nova base antimísseis que Washington planeja implantar na Europa Central e do Leste, anunciaram nesta quinta-feira, 5, as autoridades tchecas.Esta é a primeira rodada de negociações, depois que o Executivo de coalizão de centro-direita checo deu sinal verde à iniciativa, que ainda deverá ser ratificada pelo Parlamento.O ministro de Assuntos Exteriores, Karel Schwarzenberg, fez o anúncio e apoiou o projeto no Comitê de Exteriores da Câmara Baixa, onde se referiu a razões de segurança para o país.Praga exige aos americanos que o radar faça parte da estrutura defensiva da Otan, apesar de ter amenizado dizendo que tem "a impressão de que, às vezes, nas discussões, se esquece que os EUA também fazem parte da aliança atlântica".Washington solicitou em janeiro apoio a tchecos e poloneses para o sistema de Defesa Nacional contra Mísseis, destinado a resistir a um ataque de armas de destruição em massa de caráter nuclear, bacteriológico ou biológico.A base serviria para defender a região noroeste da Europa, os EUA e a faixa do continente americano do Canadá até a Venezuela.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.