, O Estado de S.Paulo

19 de abril de 2010 | 00h00

Imigrantes ainda são úteis aos EUA

Uma pesquisa do Fiscal Policy Institute revela que em 14 das 25 maiores cidades americanas, incluindo Nova York, Boston e São Francisco, a maioria dos estrangeiros que busca trabalho tem alta qualificação. As cidades que mais crescem, mostra o estudo, são as que apresentam equilíbrio entre imigrantes especializados e outros com baixa qualificação. Aproximadamente 60% dos americanos são contra ao ingresso de estrangeiros sem escolaridade, mas toleram os que têm altas remunerações. O estudo é relevante porque a própria política de imigração do país é condicionada pela remuneração dos estrangeiros.

SAUDI GAZETTE

Balão levará a cara de rei saudita

O sorriso do rei da Arábia Saudita viajará por todos os continentes e 52 países ao longo dos próximos dois anos. As primeiras paradas de um balão verde que levará a frase "Abdullah, Rei do Humanitarismo" serão Jeddah, Meca e Medina.

THE GUARDIAN

Amizades coloridas preocupam médicos

Relações em que sexo e amizade se confundem têm preocupado os médicos. A objeção não é moral. Nestes casos, a confiança mútua pode fazer com que não se use o preservativo. Além disso, amigos tendem a variar mais os parceiros.

FRANCE PRESSE

Críquete perde disputa com ecologistas

A indústria do críquete faz 100 mil tacos e movimenta US$ 20 milhões por ano. Como a substância para tratar a madeira foi banida da Europa, a produção parou. Fabricantes estão desolados: a escassez encareceria os tacos e ameaçaria o esporte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.