Websfera

SLATE

, O Estado de S.Paulo

30 de junho de 2010 | 00h00

General demitido pode ter redução na pensão

Demitido na semana passada pelo presidente Barack Obama, o general de quatro estrelas Stanley McChrystal anunciou que passará para a reserva, mas pode não receber uma pensão correspondente à sua patente. Isso porque ele deixou o comando das tropas americanas no Afeganistão antes de completar três anos no posto - o que, segundo a lei, limita seus benefícios como aposentado. O porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs, disse ontem que o governo fará o necessário para garantir que McChrystal, de 55 anos, conserve a patente. McChrystal comandava as tropas americanas e da Otan. Mas perdeu o cargo por ironizar em uma entrevista seus superiores, entre eles Obama.

EL PAÍS

Filósofa defende o uso do véu na Europa

Se freiras podem cobrir a cabeça, muçulmanas devem ter o mesmo direito. O argumento é da filósofa nova-iorquina Marta Nussbaum contra a onda de proibições do véu islâmico na Europa. "Estar seguro apenas diante do que se conhece é humano, mas não deveria ser permitido em democracias."

NPR

Fraude no sumô dá

tempo a premiê japonês As primeiras ações do premiê japonês, Naoto Kan, saíram do noticiário local por causa de um escândalo ligado ao esporte nacional. Pelo menos 15 lutadores de sumô e 12 técnicos estão envolvidos em uma rede de acertos de resultados que lucraria apostando contra os favoritos. Kan está há três semanas no poder.

TALKING POINTS MEMORY

Morte põe em risco reforma financeira

Morte de senador democrata Robert Byrd trava reforma. Isso já havia ocorrido na morte do de Teddy Kennedy, no ano passado e repete-se agora. A reforma financeira pretendida pelo presidente Barack Obama depende de 60 votos. Entre eles estava o voto de Byrd, que ficará nas mãos de Scott Brown, um senador cuja principal bandeira é nunca ter votado por aumento de impostos. Pode haver alterações no projeto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.