, O Estado de S.Paulo

23 de dezembro de 2010 | 00h00

China proíbe mídia de usar palavras em inglês

O governo chinês proibiu jornais, editoras e donos de sites de usar palavras estrangeiras, especialmente em inglês. A Administração Geral de Imprensa e Publicações, órgão estatal que controla a imprensa e as editoras da China disse que essas palavras estão destruindo a pureza da língua chinesa e determinou que o chinês padrão deve ser a norma.

SHANGHAI DAILY

Site vende produtos com pele de cães e gatos

Milhares de artigos fabricados com pele de gatos e cachorros são oferecidos em um site chinês de vendas on-line chamado Taobao, causando revolta entre os defensores dos animais domésticos. A pelagem seria proveniente da caça de animais errantes.

BBC

Paris alugará carros elétricos públicos

A prefeitura de Paris lançará no próximo ano um sistema público de aluguel de carros elétricos, o Autolib. O funcionamento do Autolib será nos mesmos moldes do Vélib, sistema de aluguel de bicicletas públicas, lançado em 2007 na capital francesa.

THE GUARDIAN

Astros pedem na web que Irã liberte cineasta

Produtores e atores do mundo todo estão firmando um abaixo-assinado on-line pedindo a libertação do cineasta iraniano Jafar Panahi, condenado a 6 anos de prisão. A sentença foi criticada por Martin Scorsese, Ang Lee e Steven Spielberg, entre outros.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.