, O Estado de S.Paulo

12 de fevereiro de 2011 | 00h00

O hábito de ter arma em casa ameaçado na Suíça

A tradição suíça de ter armas em casa, historicamente associada à independência do país e ao lendário Guilherme Tell, está por um fio. A população decidirá amanhã em um referendo se aceita uma iniciativa do Exército de coletar armamento em residências. O objetivo é guardar o material em arsenais públicos para reduzir a violência doméstica.

BLOOMBERG

Um ano, a validade de um premiê no Japão

Naoto Kan pode ser o quinto premiê japonês seguido a durar menos de um ano no cargo. A razão: sua inabilidade para acabar com um impasse sobre as leis orçamentárias que permitiriam controlar a maior dívida pública do mundo.

DER SPIEGEL

Dor de cotovelo permeia livro sobre WikiLeaks

O novo livro do ex-porta-voz do WikiLeaks Daniel Domscheit-Berg não tem o tipo de análise que se poderia esperar sobre a influência do site sobre a política. Parece mais a história de um amante rejeitado do que um relato histórico.

THE WASHINGTON POST

Novo recorde para estancar um escândalo

Entre o escândalo e a renúncia, foram três horas e meia. O deputado republicano Chris Lee estabeleceu um recorde para o ciclo de um escândalo sexual de Washington. Ele mandou pela internet uma foto sem camisa a uma mulher com a qual não é casado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.