Rodrigo Cavalheiro e Guilherme Russo, O Estado de S.Paulo

18 de fevereiro de 2011 | 00h00

THE NEW YORK TIMES

Um soldado mais perto da família: bom ou não?

Nada de drones, bombas teleguiadas e satélites. Para um soldado, a mais importante tecnologia é a que permite falar com a família. O problema do acesso permanente à internet: saber também sobre a lavadora que estragou, a conta que venceu, a última briga das crianças ou notar o próprio desgaste do casamento. Preocupações nada virtuais.

DER SPIEGEL

Polícia quer capturar defesa do WikiLeaks

Com a redução do impacto do site WikiLeaks, a luta pela liberdade na web entra em nova fase. Investigadores agora buscam os ativistas do grupo Anonymous, organização que atacou websites que se opuseram ao WikiLeaks.

CS MONITOR

Coreia do Sul ataca líder rival ao fazer 69 anos

O aniversário do líder norte-coreano, Kim Jong-il, na quarta-feira, foi lembrado de modo diferente na Coreia do Sul. Pela primeira vez, o presidente sul-coreano apoiou grupos a lançar balões rumo ao norte. Dentro, folhetos com insultos ao rival.

AMERICANA

US$ 50 mil

a cidade de Detroit arrecadou em seis dias na internet. A rapidez nas doações tem a ver com o destino do dinheiro: a construção de uma réplica de 7 metros do ciborgue Robocop

THE WASHINGTON POST

Americano não aceita "produção autônoma"

Os americanos suavizaram sua visão sobre a criação de filhos fora de um casamento formal. Também já aceitam que este casal seja homossexual. Mas ainda veem com reserva a criação de crianças por um só pai. "Vai em detrimento à sociedade", dizem.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.