, O Estado de S.Paulo

23 de junho de 2011 | 00h00

Censura chinesa reage a denúncias de corrupção

Em duas semanas, 200 mil pessoas visitaram o site chinês www.ibribery.com, dedicado a publicar relatos sobre subornos - desde autoridades de trânsito que anulam multas a médicos que pedem propina por consulta. Tamanha popularidade levou o governo chinês a tomar uma providência. Bloqueou o site, em vez de investigar as denúncias.

EL PAÍS

Ecologistas são presos por soltar animais

A polícia espanhola prendeu ontem oito ativistas - a quem denominou "ecoterroristas" -, por soltar milhares de animais de fazendas no país. Desde 2005, o grupo Frente de Liberação Animal reivindica a autoria de ações semelhantes.

BBC

Abrigo mexicano recebe prostitutas idosas

Prostitutas que deixaram as ruas da Cidade do México por causa da idade avançada ganham cama e três refeições em um abrigo exclusivo. A maioria das 23 moradoras da Casa Xochiquetzal foi vendida para redes de prostituição pelos pais ou maridos.

DINAMARQUESA

10 anos de prisão terá de cumprir o muçulmano somali que invadiu, armado com um machado, a casa de um cartunista dinamarquês que retratou o profeta Maomé em um desenho

CNN

Irã também restringe vestimentas de homens

Não são só as mulheres que sofrem com o rígido código de vestimenta imposto pelo Irã. Este ano, os homens foram proibidos de usar colares. O jeans não foi vetado, mas o governo desaconselha seu uso. Argumenta que compromete a fertilidade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.