Felipe Corazza, O Estado de S.Paulo

20 de julho de 2011 | 00h00

LA REPUBBLICA

Manequins vivos fazem protesto por empregos

Homens e mulheres que trabalham como manequins vivos protestam na Itália pela segurança de seus empregos. A razão: um sindicato de Milão exigiu que uma loja de roupas da cidade retirasse os profissionais da vitrine por "incentivo à mercantilização do corpo". Em várias outros locais, modelos levaram cartazes de protesto para as vitrines.

PEOPLE"S DAILY

ONU vai ajudar na obra de santuário para Buda

A ONU ajudará a transformar o local de nascimento de Sidarta Gautama em um grande templo para os peregrinos que o visitam. O local sagrado fica sob uma árvore em Lumbini, no Nepal. A remodelação da cidade custará cerca de US$ 3 bilhões.

HAARETZ

Homem tenta queimar lixo e incendeia floresta

Tentando se livrar do lixo doméstico, um israelense de 50 anos acabou provocando um desastre. O morador ateou fogo a uma pilha de dejetos no quintal de casa e a chama se alastrou para a floresta. O homem que causou o incêndio foi detido.,

RUSSA

2,5 milhões

de moradores precisariam deixar Moscou de acordo com um plano proposto na Assembleia da capital russa. A ideia é melhorar as condições de vida na cidade reduzindo a população

WALL STREET JOURNAL

Alasca promove "Jogos Olímpicos de Esquimós"

Pouca gente os conhece, mas os Jogos Olímpicos para Esquimós já estão na 50.ª edição no Alasca. A organização permite nesse ano, pela primeira vez, participação de não esquimós em provas como "puxão de orelhas com barbantes" e outras modalidades.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.