Websfera

Cão que fazia "guarda" em túmulo era fraude

, O Estado de S.Paulo

06 de agosto de 2011 | 00h00

A história tem 140 anos e leva muitos turistas a um cemitério em Edimburgo, na Escócia. Agora, sabe-se que é uma fraude. O cão Bobby, que " guardou o túmulo do dono por 14 anos", ganhou até estátua na porta do cemitério de Greyfriar. Historiadores descobriram que a lenda foi criada pelo dono de um restaurante próximo para atrair clientes.

FBI faz aplicativo para achar crianças sumidas

O FBI criou um aplicativo para celulares que ajuda a achar crianças desaparecidas. O programa tem ligação direta com os investigadores e armazena nos telefones dos pais os dados da criança, com imagens. A iniciativa ajuda a acelerar o começo das buscas.

Cidade desiste de proibir cachorros de estimação

A prefeitura de Jiangmen, na província chinesa de Hunan, voltou atrás nos planos de proibir cachorros de estimação em toda a cidade. A norma chegou a entrar em vigor, mas moradores e associações protestaram e os administradores desistiram da ideia.

AMERICANA

534 lagostas que iriam para a panela foram resgatadas por um grupo budista nos Estados Unidos. Os religiosos organizaram-se para comprar os animais de pescadores antes dos restaurantes

Cafeteria limita acesso de clientes às tomadas

Clientes que não consumam mais do que um café não poderão mais utilizar, por tempo indeterminado, as tomadas de uma rede de cafeterias nos Estados Unidos. A medida pretende "expulsar" quem não gasta dinheiro e apenas usa as instalações.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.