Websfera, o melhor da internet

DAILY TELEGRAPH

Rodrigo Cavalheiro, O Estado de S.Paulo

17 de agosto de 2010 | 00h00

Florença e Roma disputam obra de arte

David está envolvido em uma batalha, desta vez judicial, entre duas antigas inimigas. A estátua de Michelangelo, uma das principais atrações turísticas de Florença, é cobiçada por Roma. A capital italiana alega que quando o país foi unificado, em 1861, a obra deveria ter sido transferida da cidade de Florença para o novo governo central. O Parlamento florentino considera a ofensiva romana uma tentativa de "aliciar" David. A estátua simboliza, desde sua criação, de acordo com as autoridades de Florença, a bravura local contra Estados vizinhos mais poderosos - uma alusão a Roma. Por trás da disputa entre as antigas rivais está a capacidade de David de seduzir turistas e fazer dinheiro: US$ 12 milhões por ano.

EL UNIVERSAL

No México, limpar cena de crime vira negócio

Em Ciudad Juárez, cidade mexicana de 2,6 milhões de habitantes, houve 1.800 mortes violentas este ano. Em 2009, foram 2.635. Para limpar cenários de crimes violentos, empresas especializadas cobram entre US$ 200 e US$ 300.

THE NEW YORK TIMES

Por falta de adversário, Israel leva ouro em luta

O israelense Gili Haimovitz ganhou o ouro em tae kwon do nos Jogos Olímpicos da Juventude sem lutar a final. Seu rival queixou-se de lesão, mas os israelenses suspeitam que a ausência teve razões políticas. Mohammad Soleimani é iraniano.

AÉREAS

500 mil

voos por R$ 18 cada é a tática da empresa aérea Ryanair para ocupar seus aviões em

setembro. A companhia é

especializada em passagens baratas na Europa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.