, O Estado de S.Paulo

29 de setembro de 2010 | 00h00

Divisão do Sudão pode causar novo conflito

Em 9 de janeiro, um referendo deve criar um novo país na África: o Sudão do Sul. Rico em petróleo, cristão e animista, a vitória dos separatistas nas urnas é amplamente esperada. No entanto, basta uma caminhada pelas ruas de Cartum, capital sudanesa, para perceber que o norte não aceitará tão fácil a secessão e há risco de um novo confronto.

WALL STREET JOURNAL{HEADLINE}

Rússia e China finalizam oleoduto de 999 km

Chineses e russos celebraram esta semana o fim das obras do primeiro oleoduto que liga os dois países. Com 999 quilômetros, ele marca uma guinada para o Oriente da política energética da Rússia e uma nova era na cooperação entre os dois países.

GUARDIAN

Pequim investe pesado na Coreia do Norte

Analistas dizem que Pequim decidiu aumentar significativamente seus investimentos na Coreia do Norte. O objetivo é dar estabilidade ao regime e ter mais influência sobre Pyongyang, para moderar as ações do governo e pressionar por reformas.

NEW YORK TIMES

EUA estudam meios de "grampear" a internet

Os EUA estão tentando aprovar novas leis para a internet. A ideia é aumentar a capacidade de grampear suspeitos de crimes. Ações de inteligência estariam sendo prejudicadas porque cada vez mais gente usa a rede, e não o telefone, para se comunicar.

IMIGRAÇÃO

1.160

é o número de vagas abertas em 2010 para agricultores na Califórnia. Só 233 pessoas se apresentaram. Fazendeiros temem pela falta de mão de obra.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.