, O Estado de S.Paulo

19 de novembro de 2010 | 00h00

Recuo taleban deprime militares americanos

O inverno no Afeganistão congela o Taleban. O fogo nos acampamentos é facilmente rastreado e fica difícil transportar suprimentos e munição. Para evitar morte ou captura, rebeldes radicais viram tipos caseiros entre novembro e abril. Nesses meses, médicos diagnosticam depressão em muitos soldados americanos. Sofrem com a falta de combates.

MIAMI HERALD

Bebês de imigrantes, na mira dos republicanos

Os republicanos não se opõem a que imigrantes ilegais tenham filhos nos EUA. Desde que não obtenham a cidadania americana. Um projeto para "resolver" o problema está entre as prioridades do partido para janeiro, quando terá a maioria na Câmara.

CNN

Kate e William não têm final feliz no Twitter

A imprensa britânica em geral saudou o noivado entre o príncipe William e Kate Middleton. As críticas republicanas vieram em 140 caracteres, no Twitter. "Uma novela paga com o dinheiro de impostos" e "meses de inferno na Terra" foram algumas.

EL PAÍS

Metade dos médicos é contra ensino do aborto

Na Espanha, o aborto é legal e um direito financiado pelo Estado até as 14 semanas de gestação. Não é pacífico. Metade dos médicos é contra seu ensino nas universidades do país. E 8% é contra a prática mesmo que a gravidez ponha a mãe em risco.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.