Guilherme Russo, O Estado de S.Paulo

08 de dezembro de 2010 | 00h00

Imperador "canibal" é perdoado na África

O governo da República Centro-Africana deu o perdão póstumo a Jean-Bédel Bokassa, ex-imperador do país acusado de canibalismo que foi deposto em 1976, três anos depois de se auto-coroar em uma cerimônia semelhante à de Napoleão Bonaparte. O ditador foi condenado por assassinatos, ocultação de cadáveres e apropriação indébita. Morreu em 1996. O atual presidente do país, François Bozizé, disse que Bokassa "deu uma grande contribuição para a humanidade" e era "um filho da nação reconhecido como um grande construtor".

THE MOSCOW TIMES

Estátua de Lenin sofre danos em explosão

Uma estátua de Vladimir Lenin foi danificada por uma explosão atribuída a um grupo ultranacionalista na cidade russa de Pushkin, ao sul de São Petersburgo. O monumento, atingido por uma bomba com 100 gramas de TNT, substitui outro derrubado em 2004. Várias estátuas do líder bolchevique sofreram ataques nos últimos anos na Rússia.

AFP

Pablo Escobar ganha túmulo reformado

O chefão colombiano Pablo Escobar ganhou uma homenagem dos irmãos no 17.° aniversário de sua morte, na semana passada. Em uma cerimônia aberta até a turistas e curiosos, uma nova lápide foi inaugurada no túmulo do traficante - a anterior tinha sido roubada - depois da celebração de uma missa, em Medellín, onde Escobar foi morto em 1993.

BBC

Bactéria é descoberta em restos do Titanic

Pesquisadores canadenses e espanhóis descobriram uma nova bactéria em formações produzidas pela ferrugem dos destroços do Titanic. A Halomonas titanicae alimenta-se do metal oxidado e foi descrita pelo International Journal of Systematic and Evolutionary Microbiology. O DNA do micróbio foi sequenciado depois da descoberta.

BRITÂNICA

R$ 3,2 milhões

é o valor atribuído ao Stradivarius roubado da violinista sul-coreana Kym Min-jin próximo à estação de Euston, em Londres. O instrumento feito em 1696 foi deixado no chão de uma lanchonete quando sumiu. Dois arcos avaliados em quase R$ 180 mil também foram levados

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.