Westfield busca terrenos no Brasil para construção

O grupo australiano Westfield, um dos maiores de administração de shoppings centers do mundo, foca na atração de grandes compradores, com lojas da Prada, Gucci e restaurantes refinados. O presidente da empresa, Peter Lowy, contudo, limita a expansão nos Estados Unidos, Reino Unido e poucos países, como o Brasil, segundo entrevista ao The Wall Street Journal.

Agência Estado

03 de novembro de 2013 | 20h17

Nos Estados Unidos, o grupo Westfield constrói no novo World Trade Center, em Nova York. Após o fim da joint venture com a brasileira Almeida Junior Shopping, em abril, em menos de dois anos, o executivo disse que pretende construir por conta própria.

Lowy comentou que é preciso se estabelecer no país de origem para depois ir para novos mercados. No Brasil, ele disse que há o capital disponível, mas não tem ativo. "Nós olhamos um número de locais no mercado para ver se conseguimos nos estabelecer para desenvolver por lá". Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
Austráliashoppings

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.