WikiLeaks divulga dados sobre detenções

Documentos que começaram a ser publicados pelo WikiLeaks ontem revelam detalhes das políticas de detenção adotadas pelos EUA no Iraque e em Guantánamo. Em comunicado, a organização criticou as normas, que causariam abusos e impunidade. "As políticas mostram a anatomia da besta que se tornaram as prisões após o 11 de Setembro, a criação de um espaço escuro, onde a lei e os direitos não se aplicam." Um porta-voz da Embaixada dos EUA em Londres disse que não faria comentários.

O Estado de S.Paulo

26 de outubro de 2012 | 03h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.