Wikileaks publicará documentos secretos

O fundador do site americano Wikileaks, Julian Assange, prometeu divulgar dentro de duas semanas mais 15 mil documentos confidenciais do Pentágono sobre a guerra no Afeganistão. Os papéis fazem parte de um lote de 92 mil documentos confidenciais que o site começou a divulgar em julho. O Pentágono diz que a nova publicação poderá colocar "vidas em risco" por revelar nomes de agentes secretos e colaboradores afegãos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.