AP Photo/Andrew Harnik
AP Photo/Andrew Harnik

William Barr é confirmado como novo secretário de Justiça dos EUA

Advogado substituirá Jeff Sessions, que foi demitido por Trump em novembro, em meio à pressão crescente sobre a Casa Branca ligada à investigação sobre a Rússia

Redação, O Estado de S.Paulo

14 de fevereiro de 2019 | 19h44

WASHINGTON - O Senado dos Estados Unidos confirmou nesta quinta-feira, 14, William Barr como o novo secretrário de Justiça, cargo no qual ele poderá supervisionar a investigação sobre o possível conluio da campanha presidencial de Donald Trump com a Rússia.

Sua nomeação recebeu 54 votos a favor e 45 contra no Senado, com maioria republicana. Barr já havia ocupado o cargo entre 1991 e 1993 durante o governo de  George H. W. Bush.

Trump questionou duramente a investigação sobre a interferência russa, realizada pelo promotor especial Robert Mueller, considerando-a uma "caça às bruxas". Durante seu depoimento no Congresso, Barr disse que não concorda com essa descrição e permitirá que Mueller conclua sua investigação sem obstruí-lo.

A Casa Branca considerou a confirmação de Barr uma "grande vitória da Justiça e do Estado de direito nos Estados Unidos".

Barr, de 68 anos, trabalhou durante 25 anos como advogado corporativo. Ele foi confirmado apesar de não querer se comprometer a divulgar o relatório de Mueller quando este for concluído, o que irritou muitos democratas. Ele prometeu ser o mais transparente possível, mas a declaração não satisfez muito a seus críticos.

O advogado substituirá Jeff Sessions, que foi demitido por Trump em novembro, em meio à pressão crescente sobre a Casa Branca ligada à investigação de Mueller. / AFP 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.