WSJ: Câmara dos EUA rejeita proposta de Orçamento

A Câmara dos Representantes dos EUA rejeitou de forma esmagadora uma proposta de Orçamento bipartidário nesta quarta-feira, que conduziria os legisladores a reduzir o déficit federal em mais de US$ 4 trilhões ao longo de 10 anos através de uma combinação de cortes de gastos e aumento de impostos, informou o jornal "The Wall Street Journal".

Agência Estado

29 Março 2012 | 00h36

A votação sobre a resolução do Orçamento, que foi derrotada por 382 contra 38 votos, mostra o quão distante os republicanos e democratas permanecem no Congresso sobre como lidar com a dívida crescente nos EUA.

A medida foi encabeçada pelos representantes Jim Cooper (Tennessee) e Steve LaTourette (Ohio), que exortaram seus colegas a começar a trabalhar em um acordo bipartidário. "Se não agora, quando ?", perguntou LaTourette a seus colegas antes da votação. A Câmara dos Representantes deve aprovar, principalmente em linhas partidárias, a resolução elaborada pelo presidente da comissão de Orçamento Paul Ryan (Wisconsin).

A derrota da proposta de Cooper/Latourette já era esperada. O apoio significativo à medida teria sinalizado que os legisladores dos dois partidos podem estar prontos para iniciar as negociações, mesmo antes das eleições de novembro. As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
Câmara EUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.