WSJ: Câmara dos EUA rejeita proposta de Orçamento

A Câmara dos Representantes dos EUA rejeitou de forma esmagadora uma proposta de Orçamento bipartidário nesta quarta-feira, que conduziria os legisladores a reduzir o déficit federal em mais de US$ 4 trilhões ao longo de 10 anos através de uma combinação de cortes de gastos e aumento de impostos, informou o jornal "The Wall Street Journal".

Agência Estado

29 de março de 2012 | 00h36

A votação sobre a resolução do Orçamento, que foi derrotada por 382 contra 38 votos, mostra o quão distante os republicanos e democratas permanecem no Congresso sobre como lidar com a dívida crescente nos EUA.

A medida foi encabeçada pelos representantes Jim Cooper (Tennessee) e Steve LaTourette (Ohio), que exortaram seus colegas a começar a trabalhar em um acordo bipartidário. "Se não agora, quando ?", perguntou LaTourette a seus colegas antes da votação. A Câmara dos Representantes deve aprovar, principalmente em linhas partidárias, a resolução elaborada pelo presidente da comissão de Orçamento Paul Ryan (Wisconsin).

A derrota da proposta de Cooper/Latourette já era esperada. O apoio significativo à medida teria sinalizado que os legisladores dos dois partidos podem estar prontos para iniciar as negociações, mesmo antes das eleições de novembro. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
CâmaraEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.