Sebastien Pirlet/Reuters
Sebastien Pirlet/Reuters

Wyclef Jean vai apelar de decisão que barrou sua candidatura no Haiti

Rapper não pode tentar se eleger porque não viveu no país nos últimos cinco anos

Reuters e Associated Press

23 de agosto de 2010 | 12h03

PORTO PRÍNCIPE - O músico haitiano Wyclef Jean disse que vai recorrer da decisão da Justiça do Haiti que o impede de concorrer às eleições presidenciais no país, segundo declarações feitas por seu porta-voz no domingo, 22.

 

A comissão eleitoral do Haiti desqualificou o cantor por ele não ter morado no Haiti nos últimos cinco anos conforme o requerido pela Constituição. A comissão eleitoral também rejeitou a candidatura do tio de Jean, Raymond Joseph, que é o embaixador do Haiti nos EUA.

 

A comissão aprovou 19 candidatos e rejeitou outros 15, de acordo com o porta-voz do governo, Richardson Dumel. O conselho aprovou a candidatura dos dois principais concorrentes, o ex- primeiro ministro Jacques-Edouard Alexis e Yvon Neptune, que foi o último primeiro ministro do governo do presidente deposto Jean-Bertrand Aristide.

Tudo o que sabemos sobre:
Wyclef JeanJeanHaitieleições

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.